Brasil vai fechar fronteiras terrestres para estrangeiros


Da CNN Brasil, em São Paulo
19 de março de 2020 às 12:41 | Atualizado 19 de março de 2020 às 18:29

O governo brasileiro publicou uma edição extra do Diário Oficial da União com uma portaria interministerial determinando o fechamento das fronteiras terrestres brasileiras para estrangeiros. Além da Venezuela, outros oito países estão com restrição excepcional e temporária de entrada no Brasil de estrangeiros oriundos dos países: Argentina, Bolívia, Colômbia, Guiana Francesa, Guiana, Paraguai, Peru e Suriname.

A ideia é ampliar, para todo o país, a medida que foi adotada na fronteira do Brasil com a Venezuela nesta semana: a restrição do tráfego de pessoas, com o aumento da fiscalização e controle, mas com a permissão do trânsito de produtos e cargas.

Ao todo, 11 estados brasileiros fazem fronteira com dez países. O foco maior das atenções do governo estará nos locais onde há maior fluxo de pessoas, como os municípios de Foz do Iguaçu, no Paraná, fronteiriço com Argentina e Paraguai, Epitaciolândia, no Acre, que faz divisa com Cubija, na Colômbia, e Tabatinga, na Amazônia, ao lado de Leticia, também na Colômbia. São as chamadas cidades-gêmeas da fronteira brasileira.

Há no total 33 delas em todos os 16 mil quilômetros de fronteiras brasileiras. A medida, por ora, não deve englobar os aeroportos brasileiros.

Leia também:

Veja fotos exclusivas da Ponte da Amizade fechada após restrições

Coronavírus: quais países têm restrições de viagem?