Ministro Augusto Heleno interrompe quarentena e volta a trabalhar no Planalto


Basília Rodrigues e Rudá Moreira Da CNN, em Brasília
25 de março de 2020 às 12:24 | Atualizado 25 de março de 2020 às 14:29

O ministro do Gabinete de Segurança Institucional, Augusto Heleno, voltou a despachar nesta quarta-feira no Palácio do Planalto. De acordo com auxiliares próximos, Heleno consultou um médico antes de interromper a quarentena pela metade. Ele ficaria em casa 14 dias mas acabou cumprindo isolamento domiciliar apenas por 7 dias.

Durante esse período, Augusto Heleno afirmou em entrevista à CNN que iria cumprir o protocolo de quarentena por disciplina, apesar de não demonstrar sintomas de gripe. Em transmissão na internet, o presidente Jair Bolsonaro chegou a destacar que o ministro continuava a fazer esteira ergométrica em casa e que se sentia bem disposto.

Nesta quarta, Bolsonaro defendeu o isolamento vertical contra o coronavírus, em que apenas pacientes dos grupos de risco, como idosos, deixariam suas atividades normais para ficar em casa.