Bolsonaro é aconselhado a adiar pronunciamento

Presidente, no entanto, resistiu. A exemplo do último pronunciamento, escreveu sozinho o texto

Daniel Adjuto
Por Daniel Adjuto, CNN  
31 de março de 2020 às 19:42
O presidente Jair Bolsonaro faz pronunciamento sobre o novo coronavírus
Foto: Divulgação - Isac Nóbrega/PR

O presidente Jair Bolsonaro foi aconselhado por pessoas próximas a adiar o pronunciamento em cadeia de rádio e TV para amanhã. A ideia é que o texto seja construído com auxiliares, traga dados precisos da pandemia de COVID-19 e não coincida com o 31 de março, data do golpe militar de 1964. 

Bolsonaro, no entanto, resiste. Bateu o pé para falar ainda hoje. A exemplo do último pronunciamento, escreveu sozinho o texto.