Celso de Mello aceita nomes de procuradores para investigações sobre Moro


Gabriela Coelho Da CNN, em Brasília
01 de maio de 2020 às 13:14

O ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), aceitou nesta sexta-feira (1º) os nomes dos três procuradores para acompanhar o depoimento do ex-ministro da Justiça Sergio Moro.

Em manifestação enviada ao Supremo, o procurador-geral da República, Augusto Aras, nformou que os procuradores da República João Paulo Lordelo Guimarães Tavares, Antonio Morimoto e Hebert Reis Mesquita serão os responsáveis por acompanhar as diligências.

Moro pediu demissão do cargo na semana passada e, ao anunciar a saída, afirmou que o presidente Jair Bolsonaro tentou interferir politicamente na Polícia Federal ao trocar o diretor-geral do órgão. Bolsonaro nega.

Diante das declarações, a PGR pediu, e o Supremo autorizou a abertura de um inquérito para investigar o que disse Moro.

Sergio Moro, ex-ministro da Justiça e Segurança Pública

Sergio Moro pediu demissão após Bolsonaro publicar no Diário Oficial da União a exoneração do diretor-geral da Polícia Federal, Mauricio Valeixo

Foto: 12.abr.2020/Reuters