Bolsonaro ironiza 'churrasco' e não responde sobre Ramagem na PF


Da CNN, em São Paulo
08 de maio de 2020 às 17:41 | Atualizado 08 de maio de 2020 às 19:51
O presidente Jair Bolsonaro fala a apoiadores em frente ao Palácio da Alvorada

O presidente Jair Bolsonaro fala a apoiadores em frente ao Palácio da Alvorada

Foto: CNN (8.mai.2020)

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) não respondeu às perguntas de jornalistas hoje (8) em Brasília sobre a nomeação de Alexandre Ramagem à direção-geral da Polícia Federal. Em vez disso, em conversa com apoiadores, ironizou a notícia de que ele daria um churrasco — o que iria contra o isolamento social defendido por autoridades de saúde como forma de conter a pandemia do novo coronavírus.

Pouco depois de Bolsonaro passar pela portão do Palácio do Alvorada e não comentar o assunto, o ministro Alexandre de Moraes, do STF (Supremo Tribunal Federal), decidiu manter a suspensão da nomeação de Ramagem.

Leia também:

Moraes, do STF, mantém suspensão da nomeação de Ramagem à direção da PF

Bolsonaro também não comentou seu compromisso anterior, no Ministério da Defesa, em que se discutiu o decreto de GLO (Garantia de Lei e Ordem) que passa a valer a partir da próxima segunda (11), para conter o desmatamento na Amazônia. 

Além de evitar os dois assuntos, o presidente fez piada com o suposto churrasco. Ontem (7), também na porta do Alvorada, o presidente disse que iria "fazer churrasco sábado aqui em casa" para "uns 30 (convidados)". Hoje, disse que chamaria "3.000 pessoas" para o evento. 

Horas depois das declarações do presidente, o Brasil ultrapassou nesta sexta-feira (8) a marca de 700 mortes confirmadas por Covid-19 em um único dia, segundo números divulgados pelo Ministério da Saúde. O país confirmou mais 751 mortes e 10.222 casos, chegando a um total de 9.897 mortes relacionadas à doença e 145.328 casos do novo coronavírus.

Os admiradores de Bolsonaro presentes na entrada da residência oficial ridicularizaram as perguntas dos jornalistas. O presidente não interveio. Antes de Bolsonaro entrar no carro e ir embora, os apoiadores do presidente fizeram uma oração por ele.

Apoiadores oram por Jair Bolsonaro na porta do Palácio da Alvorada

Apoiadores de Bolsonaro oram pelo presidente na porta do Palácio da Alvorada

Foto: CNN (8.mai.2020)