Remanescente da gestão Moro, secretário de Segurança Pública é exonerado

O general Guilherme Theophilo deixa o cargo oficialmente após portaria publicada no Diário Oficial da União desta quinta

Bianca Camargo, da CNN
14 de maio de 2020 às 01:17 | Atualizado 14 de maio de 2020 às 03:37
Guilherme Theophilo
Guilherme Theophilo
Foto: Wilson Dias/Agência Brasil

O general Guilherme Theophilo, foi exonerado do cargo de secretário nacional de Segurança Pública do Ministério da Justiça e Segurança Pública. 

A medida foi publicada nesta quinta-feira (14) no Diário Oficial da União e assinada por Walter Braga Netto, ministro da Casa Civil. 

Theophilo era remanescente da antiga gestão, do ex-ministro Sergio Moro. Ainda não foi anunciada o nome do substituto para o cargo.