Randolfe Rodrigues: 'Caso Queiroz deve ser investigado pelo Conselho de Ética'

Para o líder da minoria no Senado, está clara a relação de Flávio Bolsonaro com Fabrício Queiroz

Da CNN, em São Paulo
19 de junho de 2020 às 23:08


O líder da minoria no Senado, senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), conversou com a CNN nesta sexta-feira (19) e disse que "está clara a relação de Flávio Bolsonaro com Fabrício Queiroz". Segundo ele, o caso precisará ser investigado no Senado pelo Conselho de Ética. Os trabalhos da Comissão estão suspensos devido à pandemia do novo coronavírus, mas devem ser retomados no dia 15 de julho

Na avaliação do senador, a crise política se agravou ainda mais com a prisão do ex-assessor do filho do presidente, e pode se intensificar ainda mais com eventuais revelações de Queiroz. 

Assista e leia também:

Eduardo Gomes diz que Senado deve focar no país e não no caso Queiroz

'Wassef abrigar Queiroz traz caso para perto de Bolsonaro', diz Janaina Paschoal

"No meu sentir, Queiroz tem informações sobre como Jair Bolsonaro foi eleito, como se processava as contas da família Bolsonaro. Se o senhor Queiroz vir a revelar tudo isso, temos elementos não só para relação [do governo] com o Senado, mas com o Congresso Nacional, que necessitará uma análise mais amiúde dos pedidos de processo de impeachment que lá estão", afirmou.

(Edição: André Rigue)