Mário Frias promete perfil discreto e diálogo com todos os setores na Cultura

Ator tem ressaltado ainda que quer ajudar a propagar a cultura indígena, embora essa não seja atribuição direta de sua pasta

Por Igor Gadelha, CNN  
22 de junho de 2020 às 10:10 | Atualizado 22 de junho de 2020 às 10:46

Nomeado na sexta-feira (19) secretário especial da Cultura do governo Jair Bolsonaro, Mário Frias disse a aliados que pretende adotar um perfil discreto no comando da pasta. Nos bastidores, o ator tem prometido focar no trabalho e evitar declarações e entrevistas à imprensa. 

Esse perfil mais discreto já começará na própria posse de Frias no cargo, que, segundo aliados, deve ser algo “simples”. Postura diferente daquela adotada por sua antecessora, Regina Duarte, que assumiu o cargo em cerimônia no Palácio do Planalto com pompas de posse ministerial.

O novo secretário também promete dialogar com todos os setores da Cultura, inclusive com integrantes da esquerda. O ator tem ressaltado ainda que quer ajudar a propagar a cultura indígena, embora essa não seja uma atribuição direta de sua pasta.