Cotado para MEC, Feder diz que teve conversa 'muito boa' com Bolsonaro

Após conversa com secretário paranaense, Bolsonaro prometeu dar uma resposta em alguns dias sobre a indicação

Por Igor Gadelha, CNN  
23 de junho de 2020 às 12:05 | Atualizado 23 de junho de 2020 às 12:09

O presidente Jair Bolsonaro se reuniu na manhã desta terça-feira (23), no Palácio do Planalto, com o secretário de Educação do Paraná, Renato Feder, um dos nomes mais cotados para assumir o Ministério da Educação. 

À CNN, Feder afirmou que a conversa foi muito boa. Segundo ele, presidente admitiu estar analisando o nome do secretário para o MEC e prometeu dar uma resposta em alguns dias sobre a indicação.

“Foi uma conversa muito boa. Falamos dos desafios da Educação e de como a tecnologia ajuda muito nesse momento de pandemia”, relatou Feder em conversa com a coluna.

O encontro começou por volta das 9h30 e durou cerca de uma hora. Os ministros da Casa Civil, general Braga Netto, e da Secretaria de Governo, general Luiz Eduardo Ramos, participaram da conversa.

Ministro interino do MEC, Antonio Paulo Vogel de Medeiros também estava presente na reunião, que, até o final da manhã, ainda não havia sido incluída na agenda oficial de Bolsonaro.

Feder disse que se colocou à disposição do presidente para assumir o MEC e o presidente avisou que também está analisando outros nomes e que deve tomar uma decisão nos próximos dias.

“O presidente explicou que está analisando meu nome, que deve pensar e me retornar. Ele indicou que gostou da conversa e que vai analisar em alguns dias”, afirmou Feder à CNN.

O secretário retornará a Curitiba, onde mora, já na tarde desta terça-feira (23). Ele havia chegado a Brasília para o encontro com Bolsonaro ainda na noite e segunda-feira (22).

(Colaborou Cassius Zeilmann)