Secretário do Paraná busca apoio do Centrão para assumir o MEC

Secretário paranaense conversou com dirigentes de outros partidos do grupo, entre eles, o Republicanos

Por Igor Gadelha, CNN  
23 de junho de 2020 às 16:35
Renato Feder faz pronunciamento durante sessão plenária
Foto: Dálie Felberg - 27.abr.2020 / Alep

Cotado para suceder Abraham Weintraub, o secretário de Educação do Paraná, Renato Feder, passou a buscar apoio de lideranças de partidos do chamado Centrão para assumir o MEC.

Após se reunir com o presidente Jair Bolsonaro no Palácio do Planalto pela manhã, Feder conversou, no início da tarde desta terça-feira (23), com dirigentes de outros partidos do grupo, entre eles, o Republicanos.

Para viabilizar outros encontros com lideranças políticas, o secretário até decidiu alterar seu voo de volta para Curitiba, até então previsto para tarde, para o final do dia.

Feder já tem amplo apoio dentro do PSD, partido do governador paranaense, Ratinho Júnior, que é do bloco. O ministro das Comunicações, Fabio Faria, filiado à sigla, é entusiasta da nomeação do secretário.