Deputados bolsonaristas do PSL cobram Planalto liberação de cargos e emendas

Há casos de deputados desse grupo que tiveram menos emendas liberadas do que parlamentares da oposição

Por Igor Gadelha, CNN  
26 de junho de 2020 às 14:08 | Atualizado 27 de junho de 2020 às 08:36
O presidente Jair Bolsonaro e o general Luiz Eduardo Ramos, ministro da Secretaria de Governo
Foto: Marcos Corrêa/PR

Em meio à negociação do Palácio do Planalto com o Centrão, deputados federais da ala bolsonarista do PSL procuraram o presidente Jair Bolsonaro nesta semana para cobrar a liberação de emendas parlamentares e cargos no governo federal.

Leia também:
Aliados de Bolsonaro preparam debandada de apoio a governo

Segundo apurou a CNN, os bolsonaristas reclamaram com o presidente que, embora aliados de primeira hora do Planalto, há casos de deputados desse grupo que tiveram menos emendas liberadas do que parlamentares da oposição.

Os bolsonaristas também pediram para ser contemplados na divisão de cargos federais nos estados. O argumento foi de que eles estão em desvantagem em relação a seus adversários políticos regionais do Centrão.

De acordo com fontes do Planalto, Bolsonaro acionou o ministro da Secretaria de Governo, general Luiz Eduardo Ramos. O militar prometeu aos parlamentares acelerar a liberação de cargos e emendas.

Nesta quinta-feira (25), a analista Thais Arbex noticiou que ao menos quatro deputados da ala bolsonarista do PSL procuraram o presidente nacional do partido, Luciano Bivar (PE), para uma tentativa de reaproximação.