Governo avalia indicar irmão de Weintraub a posto nos EUA


Renata Agostini
Por Renata Agostini, CNN  
29 de junho de 2020 às 22:06 | Atualizado 29 de junho de 2020 às 22:10
Arthur Weintraub

O assessor especial da Presidência Arthur Weintraub

Foto: Pablo Valadares/Câmara dos Deputados

O governo avalia enviar também aos Estados Unidos o irmão do ex-ministro Abraham Weintraub, Arthur Weintraub. 

Arthur é assessor especial do presidente Jair Bolsonaro e despacha no Palácio do Planalto. O governo estuda indicá-lo para um posto numa organização internacional com sede em Washington, segundo um auxiliar presidencial.

Leia também:

O que Abraham Weintraub vai fazer no Banco Mundial?

Weintraub chega aos EUA menos de dois dias após deixar o MEC

Assim, os dois irmãos poderiam morar juntos nos Estados Unidos. Abraham já foi indicado para ocupar um cargo no Banco Mundial, na capital americana.

Quando foi decidida a saída de Abraham do comando do Ministério da Educação, os dois já haviam indicado que desejavam permanecer juntos. Abraham e Arthur são muito próximos, ambos lecionavam na Unifesp e aderiram juntos à campanha de Bolsonaro em 2018.