Bolsonaro indica novos vice-líderes do governo na Câmara

Presidente indica Carla Zambelli e nomes do Centrão para função. Otoni de Paula, que criticou publicamente Alexandre de Moraes, está entre os que deixam o posto

Diego Freire, da CNN, em São Paulo
10 de julho de 2020 às 03:38
O presidente Jair Bolsonaro em cerimônia no Palácio do Planalto
Foto: Isac Nóbrega/PR (17.jun.2020)

Em edição extra do Diário Oficial da União (DOU) publicada na noite desta quinta-feira (9), o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) indicou á Câmara dos Deputados a mudança de vice-líderes do governo na Casa. 

Quatro deputados foram indicados para deixar o cargo: Carlos Henrique Gaguim (DEM-TO), Daniel Silveira (PSL-RJ), José Rocha (PL-BA) e Otoni de Paula (PSC-RJ).

Para sustituí-los, o presidente indicou Carla Zambelli (PSL-SP), Diego Garcia (Podemos-PR), Aluísio Mendes (PSC-MA) e Maurício Dziedricki (PTB-RS).

Leia também:
Após Centrão reclamar, Planalto promete dividir R$ 13,8 bi por critério político

O analista Igor Gadelha, da CNN Brasil, havia antecipado a intenção do governo em realizar mudança no quadro de vice-líderes para abrir espaço ao Centrão.

Daniel Silveira (PSL-RJ) já tinha a saída tida como provável. O parlamentar é alvo tanto do inquérito das fake News quanto do que apura o financiamento a atos antidemocráticos. 

Otoni de Paula, um dos parlamentares substituídos na função, já havia pedido afastamento. Na segunda-feira (6), ele postou vídeo nas redes sociais se referindo ao ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, como “lixo” e “canalha”.

“Alexandre de Moraes é um tirano, alguém que passa por cima das leis para seu bel-prazer", disse.