Em encontro a sós, Maia promete a Bolsonaro ajuda na pauta econômica

Em café da manhã a sós no Alvorada, presidentes falaram da necessidade de aprovação da reforma tributária

Por Igor Gadelha, CNN  
19 de agosto de 2020 às 11:08 | Atualizado 19 de agosto de 2020 às 12:03

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), tomaram café da manhã nesta quarta-feira (19), no Palácio da Alvorada, em um gesto de reaproximação que interessa aos dois lados.

Segundo apurou a CNN, Bolsonaro e Maia conversaram a sós, sem a presença de ministros ou assessores. O encontro, que durou meia hora, já tinha sido marcado por eles desde a semana passada.

Leia mais:
Rodrigo Maia quer votar reforma tributária ainda em 2020
Paulo Guedes encontra Rodrigo Maia e fala em "pacificação"

Na conversa, o presidente da Câmara prometeu a Bolsonaro ajudar o ministro da Economia, Paulo Guedes, e o governo a aprovar a pauta econômica, sobretudo, a reforma tributária mas sem uma "nova CPMF". 

Após o café da manhã, o deputado do DEM do Rio de Janeiro voltou para a residência oficial, onde teve encontro com o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), e outros parlamentares. 

Reconstrução de pontes

No Planalto, a avaliação é de que Bolsonaro precisa manter boa relação com Maia principalmente diante da possibilidade de o Supremo Tribunal Federal autorizar a reeleição dele ao comando da Câmara em 2021.

A corte deve julgar nas próximas semanas ação protocolada pelo PTB que visa proibir a recondução de Maia e de Alcolumbre. A ação, porém, pode acabar favorecendo os dois.

Do lado de Maia, aliados dizem que a reaproximação com o presidente da República é importante principalmente no momento em que a popularidade de Bolsonaro vem crescendo, como revelou a última pesquisa Datafolha.