‘Não sou candidato à reeleição’, reage Maia após críticas de opositores

Declaração foi uma reação às críticas de opositores ao encontro de Maia e Alcolumbre com o ministro do Supremo Tribunal Federal Alexandre de Moraes

Por Igor Gadelha, CNN  
26 de agosto de 2020 às 07:48 | Atualizado 26 de agosto de 2020 às 09:51

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou à CNN que não pretende disputar reeleição para o comando da Casa no pleito previsto para fevereiro de 2021. “NÃO (sic) sou candidato à reeleição”, afirmou o parlamentar à coluna por mensagem de texto.

A declaração foi uma reação às críticas de opositores ao encontro de Maia e do presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), com o ministro do Supremo Tribunal Federal Alexandre de Moraes, na semana passada, para discutir a possibilidade de reeleição de ambos.

Leia também:
Em jantar, Alcolumbre e Maia tentam unificar tese de reeleição e mapeiam STF

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia
Foto: Adriano Machado - 11.mar.2020/Reuters

Após a CNN revelar a reunião, lideranças do Centrão que desejam disputar a sucessão de Maia na Câmara começaram a reagir nos bastidores. Segundo a analista Renata Agostini, alguns deles já enviaram recados ao STF de que a reeleição não é um bom caminho.

De acordo com a apuração da analista, os opositores de Maia e de Alcolumbre afirmam que, se o STF autorizar a reeleição dos dois, haverá uma grande pressão para que o Congresso reverta a decisão do Supremo, o que pode afetar o clima entre os poderes.

À coluna, opositores do presidente da Câmara dizem ser difícil acreditar na declaração dele negando ser candidato à reeleição. Eles pretendem usar essas falas para cobrar Maia no futuro, caso ele decida disputar um quarto mandato a frente do comando da Casa.