Justiça proíbe Globo de publicar documentos de Flávio Bolsonaro


Basília Rodrigues
Por Basília Rodrigues, CNN  
04 de setembro de 2020 às 19:59 | Atualizado 04 de setembro de 2020 às 20:07
O senador Flávio Bolsonaro

O senador Flávio Bolsonaro

Foto: Adriano Machado/Reuters (20.mar.2019)


A defesa do senador Flávio Bolsonaro obteve uma decisão na justiça do Rio de Janeiro que impede a Rede Globo de publicar imagens dos extratos bancários e imposto de renda do parlamentar, que é investigado por suposto esquema de rachadinha, no episódio que levo à prisão do ex-assessor Fabrício Queiroz.

A decisão é da juíza Cristina Serra Feijó, da 33ª vara cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro. Em uma ação de tutela antecipada, que corre em segredo de justiça, os advogados de Flávio reclamaram de reportagem que exibiu documentos e andamentos do processo investigativo criminal.

A defesa também pediu para que a reportagem fosse retirada do ar, o que a justiça não aceitou por compreender que não cabia inviabilizar o conteúdo já exposto.

O Ministério Público do Rio identificou que Queiroz recebeu R$ 2 milhões por meio de assessores ligados ao gabinete de Flávio Bolsonaro, quando ele era da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj).

A investigação afirma que os recursos foram lavados por meio de uma franquia de loja de chocolate, da qual Flávio é sócio.