Republicanos anuncia coligação com PTB e lança Russomanno a prefeito de SP

É a terceira vez que o deputado federal concorrerá ao cargo, tendo disputado também em 2012 e 2016

Guilherme Venaglia, da CNN, em São Paulo
16 de setembro de 2020 às 19:25
O deputado Celso Russomanno, candidato do Republicanos a prefeito de São Paulo
Foto: Câmara dos Deputados/Divulgação

O partido Republicanos lançou nesta quarta-feira (16) a candidatura do deputado federal Celso Russomanno a prefeito de São Paulo.

É a terceira vez que o parlamentar concorrerá ao cargo, tendo disputado também em 2012 e 2016, quando a legenda ainda se chamava PRB.

O Republicanos repete a coligação firmada em 2016 e vai disputar a prefeitura de São Paulo, aliado ao PTB.

No sábado (12), os trabalhistas haviam definido em convenção que teriam candidato próprio, o advogado e ex-presidente da OAB-SP Marcos da Costa (PTB). Com o novo acerto, Costa será o candidato a vice-prefeito na chapa encabeçada por Russomanno.

Assista e leia também:

'Fraude havia com voto impresso', diz Barroso sobre segurança da urna eletrônica

O que faz um mesário, quais são os seus direitos e o que muda com a pandemia

Esta quarta-feira (16) é o último dia para que os partidos façam convenções e definam candidaturas e coligações. Há ainda um prazo até o dia 26 para que essas chapas sejam oficializadas. Desistências são possíveis, mas não novas alianças.

Também são candidatos às eleições municipais de São Paulo: Andrea Matarazzo (PSD), Antonio Carlos Silva (PCO), Arthur do Val (Patriota), Bruno Covas (PSDB), Filipe Sabará (Novo), Guilherme Boulos (PSOL), Jilmar Tatto (PT), Joice Hasselmann (PSL), Levy Fidélix (PRTB), Márcio França (PSB), Marina Helou (Rede), Orlando Silva (PCdoB) e Vera Lúcia (PSTU).