À Justiça Eleitoral, senador do dinheiro na cueca declarou R$ 525 mil em espécie

Em 2018, Chico declarou patrimônio de cerca de R$ 2 milhões — ou seja, 23% do que apresentou a Justiça era dinheiro vivo

Leandro Resende
Por Leandro Resende, CNN  
15 de outubro de 2020 às 13:13 | Atualizado 15 de outubro de 2020 às 13:56

Eleito senador em 2018, o senador Chico Rodrigues (DEM-RR) declarou R$ 525,5 mil em dinheiro vivo para Justiça Eleitoral. Nesta quarta-feira (14) a Polícia Federal apreendeu R$ 30 mil em sua cueca em uma operação para combate a desvios de recursos da saúde.

Leia e assista também

Jair Bolsonaro retira Chico Rodrigues do cargo de vice-líder do governo

'Meu governo são os ministros', diz Bolsonaro sobre vice-líder no Senado

Flagrado com dinheiro na cueca, vice-líder do governo diz crer na Justiça divina

Naquela eleição, Chico declarou patrimônio de cerca de R$ 2 milhões — ou seja, 23% do que apresentou a Justiça era dinheiro vivo. Dois anos antes, Chico Rodrigues se candidatou ao cargo de vereador de Boa Vista, capital de Roraima. Na ocasião, disse ter ainda mais dinheiro em espécie: R$ 710 mil em um cofre. Em 2014, o atual senador disputou o governo de Roraima e declarou possuir R$ 455 mil. 

Chico Rodrigues é eleito para cargos desde a década de 1980, tendo passado 20 anos como deputado federal e chegado ao governo de Roraima. Em 2010, ele era candidato a vice, mas assumiu o cargo com o afastamento de José de Anchieta, candidato ao governo naquela chapa.