Angelo Coronel: Não podemos jogar Chico Rodrigues aos leões sem antes ouvi-lo


Da CNN
18 de outubro de 2020 às 10:36 | Atualizado 18 de outubro de 2020 às 10:44

O senador Angelo Coronel (PSD-BA) é a favor de que Chico Rodrigues (DEM-RR), parlamentar flagrado com R$ 33 mil em dinheiro dentro da cueca em operação da Polícia Federal (PF) na última semana, tenha amplo acesso ao direito de defesa.

Em entrevista à CNN, o senador do PSD avaliou a situação do parlamentar de Roraima e relembrou os ritos de um possível processo de cassação no Conselho de Ética.

"É evidente que temos que ouvir tanto o senador Chico Rodrigues quanto as testemunhas, e também analisar as provas colhidas pela PF para que se tenha um relatório bem substanciado que não venha a manchar ainda mais a imagem do senador. Mas também não podemos colocá-lo aos leões sem primeiro ouvi-lo", disse neste domingo (18).

Leia mais:
Senado não pode ser um clube de amigos, diz Randolfe sobre caso Chico Rodrigues
Mais um capítulo desse embate institucional, diz gestor de risco político
Waack: Está nascendo uma crise entre Legislativo e Judiciário

Para o senador da Bahia, que é integrante do Conselho de Ética, Chico Rodrigues já teve "uma condenação prévia" da opinião pública. "Vai ser difícil tirar a estigmatização desse recurso que foi localizado dentro das suas vestes íntimas, apesar do próprio ministro Barroso ter dito em sua peça que não é crime guardar dinheiro em roupas íntimas", destacou.

Na sexta-feira (16), o ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal, pediu ao plenário que analise a decisão que determinou o afastamento, por 90 dias, do senador Chico Rodrigues. Confira, acima, a entrevista na íntegra com o senador Angelo Coronel.

Senador Angelo Coronel (PSD-BA)

Senador Angelo Coronel (PSD-BA) falou à CNN sobre situação de Chico Rodrigues, flagrado com dinheiro na cueca (18.10.2020)

Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado