Na reta final para sabatina, Kassio Nunes foca na pauta econômica

Segundo aliados, ele tem se dedicado a definir posicionamento sobre assuntos ‘delicados’, como regra do teto de gastos e reforma administrativa

Por Igor Gadelha, CNN  Igor
19 de outubro de 2020 às 09:33

A poucos dias para sua sabatina no Senado, o desembargador Kassio Nunes, indicado pelo presidente Jair Bolsonaro para o Supremo Tribunal Federal, vem focando sua preparação em temas da pauta econômica.

Segundo aliados, ele tem se dedicado a definir posicionamento sobre assuntos “delicados” da agenda econômica, como gatilhos para a regra do teto de gastos e aspectos da reforma administrativa.

Leia também:
Parecer do Senado surpreende até mesmo aliados de Kassio Nunes

O desembargador indicado ao STF, Kassio Nunes
Foto: Ramon Pereira/Ascom-TRF1

A avaliação é de que os senadores, sobretudo os da oposição, vão questioná-lo sobre esses temas, sob o argumento de que o STF poderá ser instado a se pronunciar sobre esses assuntos.

Na avaliação de pessoas próximas, Nunes deve “tirar de letra” questionamentos sobre temas jurídicos, pois, como desembargador, já teve a oportunidade de refletir sobre a maioria dos assuntos.

“Tranquilo”


Segundo aliados, o desembargador está “tranquilo”. Ele já teria conversado com 90% dos senadores até agora -- para ter o nome aprovado pelo Senado, precisará do apoio de pelo menos 41 dos 81 senadores.

Nunes também tem repassado pontos questionados por parlamentares em sabatinas anteriores, como a do ministro Alexandre de Moraes, do STF, e a do procurador-geral da República, Augusto Aras.

Como a coluna noticiou em 13 de outubro, aliados enviaram ao desembargador vídeos e registros escritos de sabatinas anteriores de indicados para o Supremo e para a PGR.