Após ser nomeado, Kassio Marques visita Luiz Fux; posse será dia 5 de novembro


Gabriela Coelho Da CNN, em São Paulo
22 de outubro de 2020 às 17:32 | Atualizado 22 de outubro de 2020 às 21:28

Horas após a nomeação do desembargador Kassio Nunes Marques como ministro do Supremo Tribunal Federal ter sido publicada em edição extra do Diário Oficial da União nesta quinta-feira (22), o recém-nomeado fez uma visita ao presidente da corte, Luiz Fux.

No encontro, os dois definiram a data da posse: 5 de novembro, uma quinta-feira. Segundo a assessoria da presidência da corte, a solenidade será "estritamente virtual",

O piauiense de 48 anos ocupará a cadeira do ministro Celso de Mello, recém-aposentado. É o primeiro indicado por Jair Bolsonaro para a corte. 

Leia e assista também

Plenário do Senado aprova Kassio Marques para integrar Supremo

Bolsonaro nomeia Kassio Marques para o STF

Veja o que Kassio Marques falou sobre Lava Jato, prisão em 2ª instância e aborto

Kassio Marques e Luiz Fux

Nomeado ministro do Supremo, Kassio Marques visita o presidente da corte, o ministro Luiz Fux, em 22 de outubro de 2020

Foto: Fellipe Sampaio/STF


O nome de Kassio Marques foi aprovado no plenário do Senado Federal na quarta-feira (21) por 57 votos a 10. Antes, o nome do magistrado já havia sido aprovada na Comissão de Constituição e Justiça em uma sessão de mais de 9 horas e perguntas de mais de 30 senadores.

Sua sabatina na Comissão de Constituição Justiça (CCJ) durou cerca de 10 horas. Nela, o desembargador detalhou sua trajetória e demonstrou tranquilidade durante todo o rito.

Na maioria de suas respostas, afirmou ser um magistrado de perfil garantista, que preza pela segurança jurídica, pela decisão colegiada e aplicação de precedentes.