A queda de braço que parou o Congresso e o ataque de Guedes aos bancos

Da CNN, em São Paulo
30 de outubro de 2020 às 15:30 | Atualizado 30 de outubro de 2020 às 16:22
Horário de Brasília
Foto: Arte/CNN

Uma disputa parou o Congresso essa semana. Parte da base aliada do governo, capitaneada pelo deputado Arthur Lira (PP-AL), decidiu obstruir qualquer votação enquanto não se decide quem comandará a Comissão Mista do Orçamento de 2021, que, pelo andar da carruagem, deve ser votado só no ano que vem. Por trás do impasse está a briga de Lira e o Centrão pela sucessão de Rodrigo Maia na presidência da Câmara.

Neste episódio do Horário de Brasília, Daniela Lima e Renata Agostini também explicam o que provocou mais um desabafo do ministro da Economia, Paulo Guedes, que em uma audiência pública chamou a Febraban, a Federação Brasileira dos Bancos, de uma “casa de lobby” e a acusou de bancar estudos para enfraquecer o teto de gastos.

Leia e assista também:

Daniela Lima: pandemia, eleições e sucessão de Maia paralisam votações na Câmara

Waack: Maia: 'Quem obstrui a pauta é a base do governo'

Guedes acusa Febraban de bancar estudos para enfraquecer o Teto de Gastos

Paulo Guedes volta a falar que imposto digital está morto

Ouça e assine os podcasts da CNN Brasil gratuitamente:

5 Fatos

Abertura de Mercado

América Decide

Carteira Inteligente

CNN Líderes

Coronavírus: Fato x Ficção

E Tem Mais

Na Palma da Mari

O Grande Debate

O Mundo Pós-Pandemia

O Que Eu Faço?

Todo o conteúdo da grade digital da CNN Brasil é gratuito.

(Edição: Amauri Arrais)