Apesar do apagão, Barroso afirma que eleições no Amapá estão mantidas

Em entrevista à CNN, presidente do TSE detalha também medidas de segurança no 1º turno das eleições municipais

Da CNN, em São Paulo
10 de novembro de 2020 às 19:26 | Atualizado 10 de novembro de 2020 às 19:30

 

Em entrevista à CNN, o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luís Roberto Barroso falou sobre o primeiro turno das eleições municipais no Amapá, marcado para o próximo domingo (15), em meio ao apagão pelo qual o estado sofre deste a terça-feira (3). Barroso lamentou a situação na região e afirmou que está mantido o pleito eleitoral no estado.

“Eu conversei com o diretor da ONS [Operador Nacional do Sistema Elétrico] e da ANEEL [Agência Nacional de Energia Elétrica], e ambos garantiram que até o domingo tudo estará sanado”, afirmou.

Assista e leia também:

Ministro mantém prazo para restaurar energia no Amapá até o final desta semana

Alcolumbre se reúne com Bolsonaro fora da agenda para discutir apagão no Amapá

Com relação às medidas que cabe ao TSE, o ministro disse que pediu para que fossem enviados para o estado 1.200 baterias sobressalentes.

“Conversei com o presidente para ter certeza de que os locais de votação estejam em áreas que possam estar iluminadas por luz natural, mesmo que falte eletricidade”, explicou.

Isso porque, segundo Barroso, se os locais para votação estiverem iluminados com luz natural e as urnas com bateria que possam ser substituídas, “do ponto de vista eleitoral o problema está equacionado, sem querer minimizar o sofrimento da população do Amapá”.

(Edição: Sinara Peixoto)