PF ouve primeiro bombeiro que enfrentou chamas do hospital de Bonsucesso

Investigadores querem ouvir pessoas que presenciaram o incêndio de alguma forma ou participaram da transferência dos pacientes

Paula Martini, da CNN, no Rio de Janeiro
11 de novembro de 2020 às 13:19 | Atualizado 11 de novembro de 2020 às 17:28


 

A Polícia Federal ouviu nesta quarta-feira (11) o primeiro bombeiro civil a chegar no local do incêndio no Hospital Federal de Bonsucesso, na Zona Norte do Rio. O chefe dos almoxarifados do complexo hospitalar também prestou depoimento nesta quarta.

O conteúdo das oitivas não foi divulgado. Segundo a Polícia Federal, os depoimentos sobre o caso só serão retomados na próxima quarta-feira (18). Os investigadores querem ouvir pessoas que presenciaram o incêndio de alguma forma ou participaram da transferência dos pacientes para outras unidades de saúde.

Pelo menos 16 pacientes morreram desde o incêndio.

Leia também:
PF começa a ouvir testemunhas do incêndio no hospital de Bonsucesso, no Rio

O diretor-geral do Hospital de Bonsucesso, o médico Edson Santana, deve ser a última testemunha a prestar depoimento.

Incêndio atinge hospital de Bonsucesso, no Rio de Janeiro
Foto: Reprodução/CNN Brasil (27.out.2020)

De acordo com o Corpo de Bombeiros, o fogo começou em um almoxarifado que fica no subsolo do prédio 1 do complexo hospitalar.