Após pedido de candidatos, Barroso diz que TSE pode antecipar 2º turno em Macapá

Candidatos a prefeito de Macapá assinaram uma petição pedindo a mudança da data, alegando que a proximidade das festas de fim de ano pode atrapalhar

Caroline Rosito e Noeli Menezes, da CNN, em Brasília
14 de novembro de 2020 às 20:37 | Atualizado 14 de novembro de 2020 às 21:21


 O presidente do TSE, ministro Luís Roberto Barroso, disse na noite deste sábado (14) que o tribunal está analisando o pedido de candidatos para antecipar em uma semana a realização do 2º turno em Macapá, onde a eleição foi adiada por causa do apagão que atinge a capital e outros 12 municípios desde o último dia 3.

Na sexta-feira (13), o TRE-AP definiu que o 1º turno será dia 13 de dezembro, e o 2º turno, dia 27 do mesmo mês.

Leia e assista também:
TSE mantém decisão de Barroso e adia eleições municipais em Macapá

Expectativa do TRE-SP é que pandemia não aumente número de abstenções

Futuros prefeitos terão desafio de administrar rombo de R$ 29 bilhões nas contas

Meu local de votação mudou? Veja como consultar

No entanto, candidatos a prefeito de Macapá assinaram uma petição neste sábado pedindo a mudança da data, alegando que a proximidade das festas de fim de ano pode atrapalhar o comparecimento às urnas.

"Diante dos pedidos dos candidatos, vamos verificar a possibilidade de antecipar em uma semana o 2º turno. Mas dependemos de alguns fatores, como regularização da energia, condições técnicas e segurança dos eleitores", afirmou Barroso.

No documento divulgado pelos candidatos, eles também defendem a antecipação do 1º turno para 29 de novembro, mas o presidente do TSE não comentou essa possibilidade.

Amapá sofre apagão após incêndio em subestação; Macapá decreta calamidade pública e população sofre com crise de desabastecimento (06.nov.2020)
Foto: Maksuel Martins/Estadão Conteúdo