Mulheres de 35 a 39 anos são a maioria do eleitorado

A igualdade de gênero entre os candidatos ainda é um desafio

Da CNN, em São Paulo
14 de novembro de 2020 às 11:29 | Atualizado 14 de novembro de 2020 às 15:11

 

As mulheres adultas com ensino-médio completo, entre 35 e 39 anos, representam a maioria dos eleitores nas eleições municipais de 2020. No entanto, o inverso acontece em relação ao número de candidaturas femininas. A baixa representatividade das mulheres na política ainda é um desafio.

A cientista política Rosemary Segurado chama a atenção para o fato da mulher estar presente em todas as esferas da vida social e, ainda assim, isso não se refletir na política.

Leia e assista também:
Futuros prefeitos terão desafio de administrar rombo de R$ 29 bilhões nas contas
Meu local de votação mudou? Veja como consultar

“A última eleição municipal, em 2016, 12,6% de candidatas mulheres não tiveram um único voto, nem o seu próprio voto”, afirma.

A servidora pública Cláudia Alberto Primo, que faz parte deste perfil eleitoral, defende que é preciso as mulheres batalharem por seu espaço nos lugares de poder. “Só as mulheres ocupando essas cadeiras é que vão promover, de fato, políticas públicas e que vão olhar para o desenvolvimento feminino como um todo”.

(Publicado: Leonardo Lellis)