RealTime Big Data: Manuela d’Ávila tem 39% dos votos válidos em Porto Alegre

Foram entrevistadas 1.050 pessoas, por telefone, entre os dias 12 e 13 de novembro; margem de erro é de 3 pontos percentuais

Guilherme Venaglia, da CNN, em São Paulo
14 de novembro de 2020 às 20:44
Pesquisa eleitoral Porto Alegre
Foto: CNN Brasil


Pesquisa do instituto RealTime Big Data/CNN Brasil aponta que a candidata Manuela d’Ávila (PCdoB) tem 39% das intenções de voto para a Prefeitura de Porto Alegre, considerando apenas os votos válidos.

Empatados tecnicamente em segundo lugar aparecem os candidatos Sebastião Melo (MDB), com 19%, e Nelson Marchezan Júnior (PSDB), com 18%. A margem de erro é de três pontos percentuais, para mais ou para menos.

Eles são seguidos por Fortunati (PTB), com 8%; Juliana Brizola (PDT), com 5%; Fernanda Melchionna (PSOL), com 4%; e Gustavo Paim (PP), com 3%. Os candidatos Valter (PSD), João Derly (Republicanos), Júlio Flores (PSTU) e Rodrigo Maroni (Pros) têm 1% das intenções de voto, considerando ainda apenas os cálidos.

O candidato José Fortunati desistiu da disputa eleitoral depois de seu candidato a vice-prefeito, André Cecchini (Patriota), ter a candidatura rejeitada pela Justiça Eleitoral. 

Leia também:

Conheça os candidatos à prefeitura de Porto Alegre

Meu local de votação mudou? Veja como consultar

Levar a própria caneta e ir sozinho: as recomendações para a votação deste ano 

O levantamento foi registrado no Tribunal Superior Eleitoral sob o número de identificação RS-05608/2020. Foram entrevistadas 1.050 pessoas, por telefone, entre os dias 12 e 13 de novembro.

A margem de erro é de três pontos (para mais ou para menos) e o nível de confiança é de 95%. Isso significa que se a mesma pesquisa fosse feita 100 vezes, o resultado seria o mesmo, dentro da margem de erro, em 95. 

A pesquisa, amostral, é representativa da população do município com 16 anos ou mais. Ou seja: os entrevistados seguem um padrão semelhante ao da população total, respeitando-se a proporção por idade, região geográfica e sexo. 

Pesquisa estimulada


Na pesquisa estimulada, que considera também votos brancos e nulos, Manuela d’Ávila tem 31% e cresceu quatro pontos em relação à pesquisa anterior do instituto, feita entre 29 e 31 de outubro, quando tinha 27%.

Sebastião Melo oscilou positivamente no limite da margem de erro, indo de 12% a 15%. Nelson Marchezan Júnior oscilou positivamente em um ponto, de 13% para 14%.

O candidato Fortunati, que desistiu da corrida eleitoral, caiu seis pontos percentuais, passando de 12% para 6%. Fortunati teve o nome apresentado aos eleitores porque o questionário da pesquisa foi registrado no dia 8 de novembro, quando ele ainda era candidato.


Veja abaixo a variação dos candidatos na pesquisa estimulada:

 

Manuela (PCdoB): 31% (+4 p.p.)

Sebastião Melo (MDB): 15% (+3 p.p.)

Nelson Marchezan Jr. (PSDB): 14% (+1 p.p.)

Fortunati (PTB): 6% (-6 p.p)

Juliana Brizola (PDT): 4% (+1 p.p.)

Fernanda Melchionna (PSOL): 3% (-1 p.p.)

Gustavo Paim (PP): 2% (-1 p.p.)

Valter (PSD): 1% (-2 p.p.)

João Derly (Republicanos): 1% (sem variação)

Júlio Flores (PSTU): 1% (+1 p.p.)

Rodrigo Maroni (Pros): 1% (+1 p.p.)

Luiz Delvair (PCO): 0% (-1 p.p.)

Montserrat Martins (PV): 0% (-1 p.p.)

Nulo/branco: 10%

Não sabe: 11%

 

Pesquisa espontânea


Manuela d’Ávila também lidera na pesquisa espontânea, quando se pergunta o candidato favorito do entrevistado sem apresentar uma lista de opções, com 21%.

Em seguida são citados os candidatos Sebastião Melo, com 12%; Nelson Marchezan Jr., com 11%; Fortunati, com 4%; Fernanda Melchionna e Juliana Brizola, com 2%; Valter, Gustavo Paim e João Derly, com 1%.

Outros nomes foram citados por 1%, e foram registrados 15% de brancos e nulos, e 29% não souberam responder.

Veja os números: 

Manuela (PCdoB): 21%

Sebastião Melo (MDB): 12%

Nelson Marchezan Jr. (PSDB): 11%

Fortunati (PTB): 4%

Fernanda Melchionna (PSOL): 2%

Juliana Brizola (PDT): 2%

Valter (PSD): 1%

Gustavo Paim (PP): 1%

João Derly (Republicanos): 1%

Outros: 1%

Nulo/branco: 15%

Não sabe: 29%

Segundo turno



A pesquisa questionou os eleitores sobre três possíveis cenários de segundo turno para as eleições em Porto Alegre, considerando os candidatos que melhor pontuaram. Veja os resultados:

MANUELA X MARCHEZAN

Manuela (PCdoB): 41%
Nelson Marchezan Jr. (PSDB): 27%
Nulo/branco: 21%
Não sabe: 11%


MANUELA X MELO

Manuela (PCdoB): 39%
Sebastião Melo (MDB): 32%
Nulo/branco: 18%
Não sabe: 11%

Rejeição


Os candidatos Marchezan Jr., atual prefeito de Porto Alegre, e Manuela lideram em rejeição, empatados dentro da margem de erro. Ou seja, são os candidatos nos quais os entrevistados mais disseram que não votariam. 

Nesta pergunta os entrevistados poderiam escolher quantas opções quisessem. Veja abaixo a rejeição por candidato (em %) e a oscilação em relação ao levantamento anterior:

Veja os números:

Nelson Marchezan Jr. (PSDB): 38% (+3 p.p.)

Manuela (PCdoB): 34% (-2 p.p.)

Sebastião Melo (MDB): 14% (+4 p.p.)

Gustavo Paim (PP): 12% (+6 p.p.)

Valter (PSD): 11% (+1 p.p.)

Montserrat Martins (PV): 11% (+5 p.p.)

Juliana Brizola (PDT): 10% (+6 p.p.)

Rodrigo Maroni (Pros): 9% (+3 p.p.)

Fortunati (PTB): 8% (-3 p.p.)

Fernanda Melchionna (PSOL): 8% (+2 p.p.)

Júlio Flores (PSTU): 8% (+3 p.p.)

João Derly (Republicanos): 8% (+4 p.p.)

Luiz Delvair (PCO): 7% (+3 p.p.)

Maioria em Porto Alegre desaprova presidente Jair Bolsonaro e prefeito Nelson Marchezan Jr.



A pesquisa também incluiu perguntas sobre aprovação do atual prefeito e candidato Nelson Marchezan Jr., do governador Eduardo Leite (PSDB) e do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Veja os resultados:


Avaliação do presidente Jair Bolsonaro em Porto Alegre

Desaprova: 57%

Aprova: 30%

Não sabe: 13%


Avaliação do governador Eduardo Leite em Porto Alegre


Desaprova: 48%

Aprova: 47%

Não sabe: 5%


Avaliação do prefeito Nelson Marchezan Jr.

Desaprova: 61%

Aprova: 29%

Não sabe: 10%