Eleições 2020: Veja quais capitais terão segundo turno para prefeito


Jéssica Otoboni, da CNN, em São Paulo
16 de novembro de 2020 às 07:53 | Atualizado 16 de novembro de 2020 às 13:12
Eleitor em cabine de votação

Eleitor em cabine de votação

Foto: Marcelo Camargo - 15.nov..2020 / Agência Brasil

As eleições municipais 2020 foram marcadas pelos protocolos de segurança contra a Covid-19, instabilidade no aplicativo e-Título e o atraso incomum na divulgação dos resultados. Segundo o presidente do Tribunal Superior Eleitoral, ministro Luís Roberto Barroso, ocorreu um “problema de lentidão no sistema de totalização e divulgação dos resultados", e não houve qualquer risco à "integridade" do sistema eleitoral.

Acompanhe os resultados das eleições nas capitais brasileiras

Nesse domingo (15), sete capitais elegeram prefeitos em primeiro turno: Belo Horizonte (MG), Natal (RN), Salvador (BA), Curitiba (PR), Florianópolis (SC), Campo Grande (MS) e Palmas (TO). O município de Macapá teve a votação adiada em razão da falta de energia elétrica – os macapaenses vão votar no dia 13 de dezembro e, em caso de segundo turno, no dia 27 de dezembro.

Assista e leia também:
CNN faz primeiro debate do segundo turno em São Paulo e no Rio de Janeiro
Eleições 2020: Como pagar a multa por não votar e qual o valor dela?
Não votei no primeiro turno, posso votar no segundo?

As outras 18 capitais brasileiras – dentre 57 cidades do país – voltarão às urnas no dia 29 de novembro. Veja abaixo quais são elas e quais candidatos disputam a prefeitura.

• São Paulo: Bruno Covas (PSDB) e Guilherme Boulos (PSOL)

• Rio de Janeiro: Eduardo Paes (DEM) e Marcelo Crivella (Republicanos)

• Vitória: Delegado Pazolini (Republicanos) e João Coser (PT)

• Aracaju: Edvaldo Nogueira (PDT) e Delegada Danielle (Cidadania)

• João Pessoa: Cícero Lucena (PP) e Nilvan Ferreira (MDB)

• Fortaleza: José Sarto (PDT) e Capitão Wagner (Pros)

• Maceió: Alfredo Gaspar de Mendonça (MDB) e João Henrique Caldas (PSB)

• Recife: João Campos (PSB) e Marília Arraes (PT)

• São Luís: Eduardo Braide (Podemos) e Duarte Júnior (Republicanos)

• Teresina: Dr. Pessoa (MDB) e Kleber Montezuma (PSDB)

• Porto Alegre: Sebastião Melo (MDB) e Manuela d’Ávila (PCdoB)

• Cuiabá: Abílio Júnior (Podemos) e Emanuel Pinheiro (MDB)

• Goiânia: Maguito Vilela (MDB) e Vanderlan Cardoso (PSD)

• Belém: Edmilson Rodrigues (PSOL) e Delegado Federal Eguchi (Patriota)

• Boa Vista: Arthur Henrique (MDB) e Ottaci Nascimento (Solidariedade)

• Manaus: Amazonino Mendes (Podemos) e David Almeida (Avante)

• Rio Branco: Tião Bocalom (PP) e Socorro Neri (PSB)

• Porto Velho: Hildon Chaves (PSDB) e Cristiane Lopes (PP)