Reeleito em Belo Horizonte, Kalil agradece votos e pede união da capital mineira

"Precisamos melhorar a vida da população, e é com muita humildade que recebo esse estupendo resultado", disse ele

Da CNN, em São Paulo
16 de novembro de 2020 às 00:57 | Atualizado 16 de novembro de 2020 às 00:58

 

O prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PSD), foi reeleito neste domingo (15) em primeiro turno. Em entrevista coletiva após a confirmação da vitória, ele agradeceu pelos votos recebidos e pediu união na capital mineira.

"É hora de união da cidade. Não vamos polarizar a eleição. Vem um período duro de chuvas, nós temos que ficar prevenidos", disse.

"Precisamos melhorar a vida da população e é com muita humildade que recebo esse estupendo resultado, um resultado amplo, consagrador e eu só posso agradecer à população de Belo Horizonte", prosseguiu.

Assista e leia também:

Alexandre Kalil (PSD) é reeleito prefeito de Belo Horizonte

Problema técnico em processador do TSE causou demora na apuração, diz Barroso

Kalil derrotou os candidatos João Vitor Xavier (Cidadania), Áurea Carolina (PSOL), Bruno Engler (PRTB), Nilmário Miranda (PT), Rodrigo Paiva (Novo), Luisa Barreto (PSDB), Professor Wendel (Solidariedade), Lafayette Andrada (Republicanos), Marília Domingues (PCO), Marcelo Souza e Silva (Patriota), Cabo Xavier (PMB) Wadson Ribeiro (PCdoB), Wanderson Rocha (PSTU) e Fabiano Cazeca (PROS).

Ele tem 61 anos, foi presidente do Atlético-MG e é empresário. Chegou a se candidatar a deputado federal pelo PSB em 2014, mas desistiu da candidatura poucos meses antes das eleições. Disputou a prefeitura de Belo Horizonte em 2016 pelo PHS e venceu no segundo turno com 52,98% dos votos.

(Edição: Sinara Peixoto)