Calendário do segundo turno prevê datas para eventos e propaganda na TV; veja


Guilherme Venaglia, da CNN, em São Paulo
17 de novembro de 2020 às 17:32 | Atualizado 17 de novembro de 2020 às 17:36
Fila de eleitores em frente à urna

Fila de eleitores para votar em 2018

Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

Mais curto do que o usual, o período de campanha para o segundo turno das eleições municipais de 2020 se iniciou às 17h desta segunda-feira (16) e irá até às 22h do próximo dia 28, véspera da segunda etapa da votação.

Durante esse período, candidatos classificados podem pedir votos através dos diversos meios, incluindo o uso de alto-falantes ou amplificadores de som, bem como distribuir material gráfico e fazer caminhadas, carreatas ou passeatas. 

Assista e leia também:

Eleições 2020: Como pagar a multa por não votar e qual o valor dela?
Daniela Lima: notícias falsas tentam colocar sistema eleitoral do país em xeque

O horário eleitoral gratuito reinicia na sexta-feira (20) e vai até o dia 27, antevéspera das eleições. Serão oito dias com dois blocos de dez minutos, das 7h às 7h10 e do 12h ao 12h10 no rádio. Das 13h às 13h10 e das 20h30 às 20h40 na televisão. Em cada bloco, cada um dos candidatos terá 50% do tempo.

Os candidatos também vão dividir um total de 25 minutos diários, que serão fracionados em inserções de 30 ou de 60 segundos. Veja dia a dia o calendário eleitoral para o segundo turno e quais são os comportamentos permitidos ou proibidos em cada momento.

16 de novembro - A partir de 24 horas do fim da votação em primeiro turno -- portanto, 17h -- candidatos podem fazer campanha com distribuição de material gráfico, caminhadas, carreatas, passeatas, alto-falantes ou amplificadores de som e a realização de comícios.

17 de novembro - A partir das 17h, acaba o período em que eleitores não podem ser presos senão em flagrante.

18 de novembro - Último dia para o mesário que abandonou o trabalho durante a votação se justificar à Justiça Eleitoral. 

20 de novembro - Começa o horário eleitoral gratuito para o segundo turno. As inserções podem ser veiculadas a partir das 5h e até as 23h.

24 de novembro - Recomeça o período em que eleitores não podem ser presos senão em flagrante.

26 de novembro - Último dia para a realização de campanhas em comícios e reuniões públicas. A partir desse dia, o TSE passa a ter até 10 minutos diários nas emissoras de rádio e televisão para orientações ao eleitor.

27 de novembro - Acaba o horário eleitoral gratuito no rádio e na televisão. O último bloco de propaganda será exibido 20h30 e as últimas inserções devem ser exibidas até 23h. 

28 de novembro - Véspera do segundo turno. Candidatos tem até às 22h para fazer propaganda eleitoral com amplificadores de som, distribuição de material gráfico, caminhadas, carreatas ou passeatas. Último dia para a veiculação das orientações do TSE na televisão.

29 de novembro - Data do segundo turno. As seções eleitorais serão instaladas a partir das 6h, a votação começa às 7h e termina às 17h. A apuração dos votos e proclamação dos resultados é permitida a partir das 17h.