Russomanno e Republicanos apoiarão Covas no segundo turno ‘por equilíbrio’

Candidato terminou em quarto lugar no primeiro turno, com 10,5% dos votos

Pedro Duran, da CNN em São Paulo
17 de novembro de 2020 às 17:12 | Atualizado 17 de novembro de 2020 às 17:21


O candidato derrotado à prefeitura de São Paulo, Celso Russomanno, decidiu apoiar o prefeito Bruno Covas (PSDB) à reeleição. O partido dele, o Republicanos, também anunciará apoio ao tucano neste segundo turno.

O candidato deve se pronunciar à imprensa em breve, por meio de nota. A informação foi confirmada à CNN nesta terça-feira (17) por pessoas que acompanharam as negociações.

Leia também:

Quem os candidatos derrotados vão apoiar no 2º turno para a prefeitura de SP

A tônica do anúncio vai fugir de temas nacionais ou da relação do republicano com Bolsonaro, criticado por Covas. A palavra-chave entre os partidários do deputado federal é “equilíbrio”.

Celso Russomanno terminou o primeiro turno em quarto lugar, com 560 mil votos, pouco mais de 10% do total.

O deputado Celso Russomanno, candidato do Republicanos a prefeito de São Paulo
Foto: Câmara dos Deputados/Divulgação

 

Matarazzo

O ex-vereador Andrea Matarazzo, que foi candidato a prefeito pelo PSD, afirmou que não se trata de um apoio formal, mas que tomou a "decisão pessoal" de votar no candidato do PSDB no segundo turno.

"Informo que Andrea Matarazzo decidiu votar em Bruno Covas no segundo turno. Reitero que se trata de uma escolha de Matarazzo, e não de apoio formal", disse a assessoria do candidato em nota.