Waack: Prefeitos eleitos terão que administrar falta de dinheiro em 2021

Jornalista projeta ano difícil para os políticos que comandaram os mais de 5 mil municípios do país por causa desse denominador comum

Da CNN
17 de novembro de 2020 às 08:43 | Atualizado 17 de novembro de 2020 às 08:50

No quadro CNN Poder desta terça-feira (17), na CNN Rádio, William Waack projeta um ano de 2021 difícil para os prefeitos eleitos porque os administradores dos mais de 5 mil municípios brasileiros terão um denominador comum: falta de dinheiro nos cofres.

“Pensando no debate entre Bruno Covas (PSDB) e Guilherme Boulos (PSOL), o primeiro debate do segundo turno em São Paulo, a questão fiscal ocupou um espaço considerável nas trocas de propostas, nas críticas e em tudo que um candidato disse ao outro”, disse Waack.

“Em outras palavras: não há afiliação ideológica que possa escapar da gravíssima questão fiscal dos municípios”, completou.

Para o jornalista, colaboram para esses tempos difíceis o fato de pandemia estar longe de acabar e de o desemprego continuar algo, sinal de que a atividade econômica ainda não responde ao que se esperaria para resolver essa questão.

“Ou seja, não podemos esquecer que o sufoco fiscal manda em toda a política brasileira, da sua capilaridade nos vereadores até a União.”