Após 2º apagão, Bolsonaro se encontra com Alcolumbre e avalia liberação de FGTS

Liberação de FGTS para os moradores do Amapá está entre alternativas estudadas pelo governo federal

Basília Rodrigues
Por Basília Rodrigues, CNN  
18 de novembro de 2020 às 12:18

O presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), e o presidente do Congresso, Davi Alcolumbre (DEM-AP) devem se reunir, nesta tarde, sobre a possibilidade da União reconhecer o estado de calamidade pública do Amapá devido ao apagão. A medida autorizaria o saque extra de FGTS.

Alcolumbre, que tem no Amapá seu reduto eleitoral, vem apresentando sugestões a Bolsonaro e os ministros da Economia, Paulo Guedes e Cidadania, Onyx Lorenzoni.

Leia e assista também

Após novo apagão no Amapá, Minas e Energia descarta impacto em outros estados

Problema em usina hidrelétrica causou novo apagão no Amapá, diz Eletronorte

Consumidor vai pagar por apagão no Amapá

A liberação de FGTS para os moradores do Amapá está entre alternativas estudadas pelo governo federal para anular a ação na Justiça que obrigou o pagamento de auxílio nos mesmos moldes do benefício pago na pandemia. 

A Advocacia Geral da União deve recorrer contra a decisão publicada na semana passada pelo juiz federal da 2ª vara, João Bosco Costa Soares da Silva, que concedeu o direito de pagamento de mais duas parcelas de R$ 600 do auxílio emergencial para os mais carentes. O pedido na justiça foi apresentado pelo senador Randolfe Rodrigues - que é de um grupo de parlamentares independentes do Senado.