Maia articula para votar reforma tributária em dezembro

Presidente da Câmara se reuniu com oposição de centrão

Da CNN, em São Paulo
19 de novembro de 2020 às 17:57


Há um movimento na tentativa de votar a reforma tributária e não está partindo do governo, e sim do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ). A apuração é da Renata Agostini, analista de política da CNN.

Em um encontro na noite desta quarta-feira (18), Maia articulou com líderes da oposição e parte dos partidos do centrão um calendário que prevê a votação da reforma tributária até a segunda semana de dezembro. 

Assista e leia também:

Reformas serão discutidas após eleições municipais, diz líder do governo

Reforma tributária: 66% dos parlamentares são a favor de imposto único

O encontro foi na casa do deputado Wolney Queiroz, líder do PDT. Ficou acertado que, pelos próximos dez dias, o relator da reforma, deputado Aguinaldo Ribeiro, vai consolidar as sugestões da oposição e dos demais partidos de centro para apresentar a versão final do relatório logo após o segundo turno – que ocorre em 29 de novembro.

Esse acordo indica também um movimento político importante: parte dos líderes desistiu de esperar o governo se organizar e está montando um planejamento sem contar com o núcleo duro da base aliada do Executivo federal.

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, em Brasília
Foto: Adriano Machado - 11.mar.2020/Reuters


 (Publicado por Sinara Peixoto)