Jair Bolsonaro diz que não chamou Covid-19 de 'gripezinha'

Pronunciamentos em março, no entanto, contradizem o presidente

Da CNN, em São Paulo
27 de novembro de 2020 às 08:34


O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou em sua transmissão ao vivo nas redes sociais nesta quinta-feira (26) que não há vídeo ou áudio em que ele tenha chamado a Covid-19 de "gripezinha". 

"Falei lá atrás, no meu caso, falei, pelo meu passado de atleta, não generalizei, se pegasse o Covid não sentiria quase nada. É o que eu falei. O pessoal da grande mídia falando que eu chamei de 'gripezinha' a questão do Covid. Não existe um vídeo ou áudio meu falando dessa forma", disse.

Leia também:
Waack: nas mãos de quem estão algumas das questões importantes para o país?
Bolsonaro: Raríssimos países foram melhores que nós na economia na pandemia

No entanto, em 20 de março deste ano, Bolsonaro disse: "Depois da facada, não vai ser uma gripezinha que vai me derrubar, não", referindo-se à facada durante a campanha de 2018. Quatro dias depois, reafirmou a posição em pronunciamento. "No meu caso particular, pelo meu histórico de atleta, caso fosse contaminado pelo vírus, não precisaria me preocupar. Nada sentiria, ou quando muito seria acometido de uma gripezinha, ou resfriadinho", falou, na ocasião.

(Publicado por: André Rigue)