'Operação eleições': Mais de 15 mil agentes reforçam segurança no 2º turno

Ação visa evitar crimes eleitorais durante votação em 57 cidades

Da CNN, em São Paulo
29 de novembro de 2020 às 08:30 | Atualizado 29 de novembro de 2020 às 08:39


Mais de 15 mil agentes públicos reforçam a segurança durante o segundo turno das eleições municipais neste domingo (29).

Visando o combate de crimes eleitores, a ação conjunta envolve as polícias militares, civis, federais e rodoviárias, além dos órgãos de trânsito, o Corpo de Bombeiros e as guardas municipais das 57 cidades em que os eleitores retornam às urnas para definir os prefeitos.

Leia também:
2º turno das eleições 2020: 38 milhões de brasileiros vão às urnas neste domingo
Não votei no primeiro turno, posso votar no segundo?
Meu local de votação mudou? Veja como consultar

No primeiro boletim, divulgado às 7 horas deste domingo, o Ministério da Justiça informou que são 15.638 agentes nas ruas do país, utilizando 3.553 viaturas. Cinco crimes já foram registrados, incluindo um furto. Em relação a crimes eleitorais, a pasta teve dois registros: um de concentração de eleitores e outro de desobediência às ordens da Justiça Eleitoral.

O boletim apresenta dados desde a meia noite deste domingo.

Ação conjunta reforça segurança durante o segundo turno das eleições municipais
Foto: CNN Brasil (29.nov.2020)

(Publicado por: André Rigue)