Com apoio de Bolsonaro, Lira lança candidatura à presidência da Câmara

Lira deve rivalizar com um nome aliado do atual comandante da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ)

Camila Turtelli, Estadão Conteúdo
09 de dezembro de 2020 às 18:10 | Atualizado 09 de dezembro de 2020 às 20:49

 

O deputado Arthur Lira (PP-AL) oficializou nesta quarta-feira (9) sua candidatura para a presidência da Câmara. Líder do Centrão, Lira conta com o apoio do governo de Jair Bolsonaro e deve rivalizar com um nome aliado do atual comandante da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ).

Durante o evento, Lira tentou imprimir a marca de um político que ouve todos os lados. Ele liderou a bancada do partido por seis vezes no Congresso e foi também presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). "A voz do deputado tem de ser ouvida", disse.

O parlamentar defendeu a realização do colegiado de líderes para fazer a pauta da Câmara e disse que a relatoria dos projetos será distribuída pela proporcionalidade doa partidos. Lira defendeu ainda a maior participação das mulheres na Casa.

Bolsonaro com o líder do PP na Câmara, deputado Arthur Lira (PP-AL)
Foto: Reprodução


No evento de lançamento estiverem presentes deputados da base do governo como Otoni de Paula (PSC-RJ), Filipe Barros (PSL-PR), além de liderança de outros partidos como Wellington Roberto (PL-PB), Frederico Costa (Patriotas-MG), Diego Andrade (PSD-MG), Luís Tibe (Avante-MG), Zé Silva (Solidariedade-MG) e André Ferreira (PSC-MG). Pelo Pros, participou o deputado Eros Biondi (MG).

O presidente do Progressistas, Ciro Nogueira, disse que outros partidos deverão ainda se unir, um deles é o PTB. Juntos esses partidos somam 160 candidatos.

Fontes afirmaram que há expectativa da adesão do Republicanos e do PSB. O deputado Felipe Carreras (PSB-PE) passou pelo evento, inclusive.

Wellington Roberto, líder do PL, disse que não quer que "a Câmara seja privatizada". "Tenho certeza que Arthur tem coragem para resgatar os direitos e atribuições da Câmara", afirmou.