Governo lança Plano Anticorrupção para os próximos cinco anos

Medidas começam a entrar em vigor neste ano. Projeto visa estruturar os mecanismos de prevenção, detecção e responsabilização por atos de corrupção

Will Marinho, da CNN, em São Paulo
09 de dezembro de 2020 às 19:09 | Atualizado 09 de dezembro de 2020 às 19:40
Presidente Bolsonaro assina Plano de Anticorrupção no Palácio do Planalto
Foto: Marcos Corrêa/PR


O governo federal lançou nesta quarta-feira (9), em Brasília (DF), o Plano Anticorrupção, com vigência para 2020 a 2025.

O projeto foi anunciado durante a cerimônia do “Fórum: O Controle no Combate a Corrupção”, no Palácio do Planalto, com a presença de Jair Bolsonaro (sem partido) e de outras autoridades.

Segundo o governo, o objetivo do plano é estruturar e executar ações no Executivo Federal com mecanismos de prevenção, detecção e responsabilização por atos de corrupção. 

Leia e assista também:

Para evitar surpresas no Senado, Bolsonaro tenta recomposição com Alcolumbre
Após STF vetar reeleição, governo sonda Alcolumbre para assumir ministério
'Pazuello tem seriedade, mas está tolhido por Bolsonaro', diz Flávio Dino

Sobre o Plano

O Plano Anticorrupção foi desenvolvido pelo Comitê Interministerial de Combate a Corrupção (CICC), que é formado pelos membros titulares da Controladoria-Geral da União, Ministério da Justiça e Segurança Pública, Ministério da Economia, Gabinete de Segurança Institucional, Advocacia Geral da União e Banco Central do Brasil. 

A proposta do documento é seguir as ações iniciadas em 2019 pelo Pacote Anticrime e Anticorrupção, implementando ações em médio e longo prazo.