China fornece 95% das vacinas do Brasil, responde embaixador após fala de Guedes

Sem citar o ministro da economia, Yang Wanming falou da importância do país para a vacinação no Brasil

Da CNN, em São Paulo
27 de abril de 2021 às 22:27

O embaixador da China no Brasil, Yang Wanming, usou as redes sociais para falar da importância do país na vacinação no Brasil, após o ministro da Economia, Paulo Guedes, ter acusado a China de ter "inventado o coronavírus" e depois ter pedido desculpas

"Até o momento a China é o principal fornecedor das vacinas e os insumos ao Brasil, que respondem por 95% do total recebido pelo Brasil e são suficientes para cobrir 60% dos grupos prioritários na fase emergencial. A Coronavac representa 84% das vacinas aplicadas no Brasil", escreveu no Twitter, sem citar diretamente a fala do ministro.

Para o analista de Internacional da CNN Lourival Sant'Anna, Guedes tem razão ao dizer que as vacinas americanas têm mais eficácia que as chinesas, mas ele é um ministro, não um analista para falar sobre isso e citar um país. Dizer que a China "inventou" o vírus foi algo ofensivo que os chineses não querem ouvir. 

Caixa com doses da Coronavac, vacina contra Covid-19
Caixa com doses da Coronavac, vacina contra Covid-19
Foto: Amanda Perobelli - 22.jan.2021/Reuters

"Usei uma imagem infeliz. Somos muito gratos à China por ter nos enviado a vacina", justificou  Guedes em discurso, afirmando que quis enfatizar com a fala a importância do setor privado na economia, referindo-se à vacina da Pfizer criada nos Estados Unidos.