Renan requisita 2 auditoras do TCU para auxiliar os trabalhos da CPI da Pandemia

A avaliação de aliados de Renan é a de que a escolha de duas mulheres ganha ainda mais peso, porque na composição da CPI da Pandemia não há nenhuma senadora

Thais Arbex
Por Thais Arbex, CNN  
30 de abril de 2021 às 16:40 | Atualizado 30 de abril de 2021 às 17:45
Renan Calheiros, relator da CPI da Pandemia, trocou farpas com governistas
Renan Calheiros (MDB-AL) é relator da CPI da Pandemia
Foto: Jefferson Rudy - 29.abr.2021/Agência Senado

O senador Renan Calheiros (MDB-AL) vai oficializar nesta sexta-feira (30) a requisição de duas auditoras do TCU (Tribunal de Contas da União) para auxiliar nos trabalhos da CPI da Pandemia.

Serão chamadas Deane D'abadia Morais, auditora federal de Controle Externo, que atualmente está na Secretaria de Controle Externo de Saúde do TCU, e Sorhaya Sampaio de Araújo, também auditora federal de controle externo e que atua na Secretaria de Controle Externo de Aquisições Logísticas do tribunal.

Nesta quinta-feira (29), âncora da CNN Daniela Lima informou que Renan estava montando a tropa de elite técnica da CPI e que os servidores do TCU seriam especialistas em inspeção de saúde e em contratos e licitações.

A avaliação de aliados de Renan é a de que a escolha de duas mulheres ganha ainda mais peso, porque na composição da CPI da Pandemia não há nenhuma senadora.

A requisição de servidores de outros órgãos é praxe em Comissões Parlamentares de Inquérito. Renan também deve chamar integrantes da Polícia Federal e do Ministério Público Federal.