Waack: agora temos um problema entre Senado e Forças Armadas

O que começou com picaretas dentro e fora do Ministério da Saúde - falando de vacinas e propinas - agora é um problema entre Senado e Forças Armadas

William Waack
Por William Waack, CNN  
07 de julho de 2021 às 22:31

Ao mandar prender um funcionário exonerado do Ministério da Saúde implicado em tratativas, digamos, sujas para comprar vacinas, o presidente da CPI da Pandemia, senador Omar Aziz (PSD-AM), escolheu um alvo fácil.

Ocorre que esse funcionário preso no espetáculo tumultuado da CPI implicou oficiais do Exército no esquema sujo e levou o presidente da CPI a perguntar quanta vergonha as Forças Armadas estariam sentindo.

Elas responderam com uma dura nota de repúdio ao homem que dirige a CPI e tem poder para dar ordem de prisão.

O que começou com picaretas dentro e fora do Ministério da Saúde -- falando de vacinas e propinas -- agora é um problema entre Senado e Forças Armadas. É assim que se criam situações que depois ninguém sabe como fugiram ao controle.

Ministro da Defesa, Braga Netto, apresenta os três novos comandantes das Forças Armadas brasileiras: no exército o general Paulo Sergio Nogueira, na marinha Almir Garnier Santos e na aeronáutic Baptista Júnior (31.mar.2021)
Foto: CNN Brasil