Assessor que gravou vídeo de Pazuello diz que está pronto para depor à CPI

Marquinhos Show afirma à CNN que não houve negociação no vídeo em que ex-ministro aparece com empresários que ofereciam a Coronavac

Basília Rodrigues
Por Basília Rodrigues, CNN  
18 de julho de 2021 às 12:40 | Atualizado 18 de julho de 2021 às 12:41
Video com Eduardo Pazuello
Video com Eduardo Pazuello
Foto: Reprodução

Responsável por gravar o vídeo do ex-ministro Eduardo Pazuello com empresários da vacina, o publicitário Marcos Marques, mais conhecido como Marquinhos Show, afirmou à CNN que Pazuello entrou na sala de reunião apenas, segundo ele, para "dar um oi" e que não divulgou a gravação naquele dia porque um dos empresários pediu para esperar que tudo estivesse certo com o contrato, que previa US$28 por dose. "Não houve negociação. Nem eu lembrava mais desse vídeo. Passei ao senhor chinês e apaguei em seguida", disse.

Após a divulgação do vídeo (veja abaixo), Pazuello e seu entorno passaram a desconfiar de que o vazamento partiu de alguém de sua ex-equipe. A CPI afirma que recebeu o material de um informante. Amigos de Pazuello levantaram suspeitas de que, em troca de informações, Marquinhos tenha conseguido sair do radar da CPI.

Apesar de aprovado pela comissão, o depoimento dele ainda não foi marcado. "A hora que me chamarem para falar dos dois meses que tentei trabalhar (no ministério), eu irei sem pedir nada de proteção ao STF porque estou em paz. Minha paz vale ouro. O resto é lixo, é irrelevante. Sou amigo do Pazuello e Élcio", afirmou se referindo ao ex-secretário executivo do Ministério da Saúde.

A CPI retoma os trabalhos no dia 3 de agosto e ainda não decidiu a data dos próximos depoimentos.