Mesmo sem voto impresso, é 'lógico' que vai ter eleição em 2022, diz Mourão

Vice diz que 'tem muita gente olhando para o retrovisor' e garante realização do próximo pleito

Da CNN, em São Paulo
22 de julho de 2021 às 16:33 | Atualizado 22 de julho de 2021 às 17:00

O vice-presidente Hamilton Mourão afirmou nesta quinta-feira (22) que haverá eleições em 2022, pois o Brasil não é "uma república de bananas".

A declaração aconteceu após matéria do jornal "O Estado de S. Paulo" relatar uma ameaça do ministro da Defesa, Braga Netto, ao presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), sobre a realização do próximo pleito.

"Isso é um absurdo [não ocorrer as eleições de 2022]. Nós não estamos mais no século XX, estamos no século XXI. Vamos entender isso aí", disse Mourão. "É lógico que vão ter eleições."

O vice ainda rebateu a possibilidade do país viver um regime autoritário caso o voto impresso, defendido pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido), não seja aprovado no Congresso Nacional

"A sociedade brasileira é complexa. O que acontece é que tem muita gente na sociedade que está olhando para o retrovisor sem entender o processo histórico que estamos vivendo", afirmou Mourão.

O vice-presidente Hamilton Mourão
Foto: Reprodução/CNN Brasil

(publicado por Fernanda Colavitti)