Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Eleições 2022

    À CNN, Rodrigo Garcia fala em projetos para qualificação profissional e defende obras de sua gestão

    Candidato do PSDB ao governo paulista disse ser aquele que pode derrotar Fernando Haddad no segundo turno

    Da CNN

    São Paulo

    O governador de São Paulo Rodrigo Garcia (PSDB) detalhou, em entrevista à CNN nesta quinta-feira (22), suas propostas para o mercado de trabalho paulista. Candidato a permanecer no cargo, ele ainda falou sobre as obras realizadas durante sua gestão à frente do estado.

    O tucano diz que parte de suas propostas para acelerar o mercado de trabalho passam por incentivar a qualificação profissional.

    “Eu vou fazer o ‘MedioTec’ em São paulo. Um milhão e 250 mil alunos do ensino médio vão ter oportunidade de cursar o ensino técnico combinado com o médio, para que a gente já deixe eles preparados para o mercado de trabalho. Além disso, vamos ampliar as fábricas de cultura, que não só dão cursos de cultura tradicional, mas na área de robótica, de games, audiovisual”, disse o governador.

    Outra frente defendida pelo governador é a expansão do crédito. Ele afirma que o estado “nunca emprestou tanto dinheiro para o pequeno e microempreendedor” como durante sua gestão.

    Rodrigo Garcia, além de destacar obras concluídas durante seu governo, comentou aquelas que não foram finalizadas. Ele apontou, por exemplo, que o Rodoanel Norte deve ter seu processo de licitação retomado em breve.

    “Nós trabalhamos firmemente aqui em São Paulo, todas as grandes obras públicas foram retomadas com exceção do Rodoanel [Norte], que já está em licitação. E nós realizaremos o leilão na Bolsa de Valores em janeiro, para que o Rodoanel seja retomado e, no máximo em 24 meses de obra, seja concluído”.

    Durante a entrevista, o candidato ainda voltou a dizer que é o candidato com mais chances de derrotar Fernando Haddad (PT) em um hipotético segundo turno. Ele ainda criticou as gestões petistas à frente do governo federal.

    “Claramente as pesquisas já me apontam como aquele que pode derrotar o candidato Haddad do PT aqui em São Paulo. E cada vez mais eu estou mostrando que São Paulo é um estado organizado porque o PT nunca administrou aqui. Nunca gostamos de MST, de invasões de prédio, nunca gostamos de um governo incompetente, de um governo que quebrou o país. São Paulo sempre teve a responsabilidade fiscal como sua premissa” disse.

    Debate

    As emissoras CNN e SBT, o jornal O Estado de S. Paulo, a revista Veja, o portal Terra e a rádio NovaBrasilFM formaram um pool para realizar o debate entre os candidatos à Presidência da República, que acontecerá no dia 24 de setembro.

    O debate será transmitido ao vivo pela CNN na TV e por nossas plataformas digitais.

    Publicado por: Danilo Moliterno