Advogado de Barros na CPI foi coordenador de campanha de Bolsonaro

Tiago Ayres é da área de Direito Eleitoral e atua junto a políticos. Além dele, Barros contratou o próprio genro, o advogado Diego Caetano Campos Silva

Ricardo Barros depõe na CPI da Pandemia
Ricardo Barros depõe na CPI da Pandemia Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

Basília Rodriguesda CNN

Ouvir notícia

Um dos advogados do líder do governo na Câmara dos Deputados, Ricardo Barros – que depõe na CPI da Pandemia nesta quinta-feira (12)–, foi coordenador jurídico da campanha de 2018 do presidente Jair Bolsonaro.

Tiago Ayres é da área de Direito Eleitoral e atua junto a políticos. Além dele, Barros contratou o próprio genro para defendê-lo, o advogado Diego Caetano Campos Silva, que aparece ao lado do deputado na mesa da CPI.
 

Na manhã desta quinta-feira (12), Barros e Bolsonaro fizeram demonstrações de sintonia. O presidente afirmou ter convicção de que Barros se sairá bem, enquanto o deputado defendeu Bolsonaro e disse compreender porque o presidente não respondeu até hoje aos irmãos Miranda.

Barros resiste na liderança bem avaliado pelo Planalto. Ele é visto como estratégico. O governo atribui a Barros o resultado de vitórias em votações na Câmara, incluindo a PEC do voto impresso, que obteve a maioria dos votos dos deputados, apesar de não ter passado porque não atingiu os três quintos dos votos necessários para a aprovação de emendas constitucionais.
 

Mais Recentes da CNN