Aécio e Temer programam reunião para discutir candidatura Leite

Será um dos primeiros encontros formais de lideranças tucanas que defendem a candidatura do gaúcho

Maicon Hinrichsen/Palácio Piratini

Caio Junqueirada CNN

Ouvir notícia

O ex-presidente Michel temer e o deputado federal Aécio Neves devem se encontrar na próxima semana em São Paulo para tratar da candidatura do governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, ao Palácio do Planalto.

Será um dos primeiros encontros formais de lideranças tucanas que defendem a candidatura Leite com lideranças de outros partidos, dentro da estratégia de estrangular “por fora” a candidatura do governador de São Paulo, João Doria, a presidente.

A ideia é angariar apoios pró-leite no MDB e no União Brasil para forçar João Doria a desistir da candidatura. O próprio movimento de Leite nesta segunda-feira (28) de permanecer no partido já foi visto, segundo seus aliados, como uma decisão tomada após esses partidos sinalizarem que aceitam negociar apoio se ele for o candidato, e não Doria. O vice-presidente do União Brasil, ACM Neto, por exemplo, é um dos que já teriam dado esse sinal.

No PSDB, a leitura da ala ligada a Leite é de que essa construção deve ser feita até junho. E se Doria não desistir, que a disputa será levada para a convenção nacional onde, segundo os aliados do governador gaúcho, já há maioria em seu favor contra Doria. O grupo também pretende obter o apoio, ainda que discreto, do vice-governador de São Paulo, Rodrigo Garcia, nesse processo.

Embora não se fale no PSDB de que Garcia vá abandonar Doria, há a leitura de que a alta rejeição do atual governador do estado é um peso na sua candidatura, que patina nas pesquisas de intenção de voto.

Procurado o governador João Doria não quis se pronunciar.

Mais Recentes da CNN