Alerj deverá recusar pedido de Witzel de mais prazo para defesa

Para integrantes da comissão, o pedido de Witzel tem o objetivo de atrasar os trabalhos

Fernando Molicada CNN

Ouvir notícia

A Assembleia Legislativa do Rio não deverá aceitar o pedido para ampliar o prazo de defesa do governador afastado, Wilson Witzel (PSC), alvo de um processo de impeachment. 

Os advogados de Witzel pediram que a comissão formada para analisar o impedimento ouvisse 15 testemunhas e determinasse perícia em contratos entre o governo e organizações sociais da área de saúde. Para integrantes da comissão, o pedido de Witzel tem o objetivo de atrasar os trabalhos. 

O grupo deverá, nos próximos dias, preparar um relatório recomendando o prosseguimento das investigações. Caso o documento será aprovado pelo plenário, será formado um tribunal encarregado pelo julgamento, que será composto por cinco deputados estaduais e seis desembargadores.

Apenas nesta segunda fase é que seriam tomados os depoimentos e feitas as perícias solicitados pela defesa.

Mais Recentes da CNN