Alexandre Garcia: É uma oposição que talvez não aceite resultado de eleição

No quadro Liberdade de Opinião desta segunda-feira (31), o jornalista avaliou os atos contra o governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido)

Da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

No quadro Liberdade de Opinião desta segunda-feira (31), Alexandre Garcia avaliou as manifestações contra o governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) que aconteceram em várias capitais brasileiras e no Distrito Federal neste fim de semana. Os manifestantes pediram o impeachment de Bolsonaro, além da aceleração da campanha de vacinação contra a Covid-19, a defesa de instituições federais de ensino e a ampliação do auxílio emergencial.

“O ponto básico foi contra o Bolsonaro. [Foi] “fora Bolsonaro”, assim como teve “fora Temer” e “fora FHC”. É uma oposição que talvez não aceite resultado de eleição. Eu considero não uma aglomeração, [mas] uma manifestação porque todo o poder emana do povo. O povo vai para a rua e se manifesta. Teve muita gente na Avenida Paulista, teve gente na Esplanada e lugares com manifestações mais esparsas. Houve o distanciamento, uso de máscara, com distanciamento teve menos densidade”, disse o jornalista.

“E fica a seguinte mensagem: se é possível fazer manifestação mantendo a distância e com uso de máscara, então é possível continuar a produção e o trabalho, com uso de máscara e distanciamento.”

O Liberdade de Opinião tem a participação de Sidney Rezende e Alexandre Garcia. O quadro vai ao ar diariamente na CNN.

Alexandre Garcia no quadro Liberdade de Opinião
Alexandre Garcia no quadro Liberdade de Opinião
Foto: CNN Brasil (31.mai.2021)

As opiniões expressas nesta publicação não refletem, necessariamente, o posicionamento da CNN ou seus funcionários.

Mais Recentes da CNN