Alexandre Garcia: O grande partido político do militar é o Brasil

No quadro Liberdade de Opinião desta terça (17), o jornalista avaliou a declaração do ex-presidente Lula de que as Forças Armadas não devem se meter em política

Da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

No quadro Liberdade de Opinião desta terça-feira (17), Alexandre Garcia avaliou a declaração do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva sobre as Forças Armadas na política do país. Lula criticou os militares brasileiros e afirmou que eles não escondem o antilulismo. Ele também comentou que só vai conversar com os militares quando for eleito presidente do Brasil novamente e que as Forças Armadas não devem se meter em política.

“O ex-presidente Lula está mencionando um fato que parece que ele quer emascular os militares da política. Eles votam? Votam, menos os recrutas. Portanto, se um cidadão vota, ele tem que ser politizado. Isso sem lembrar que militar é o cidadão fardado, tem que ser politizado. Ele não pode se inscrever em partido político, está na Constituição. Ele pode ser candidato e eleito, mas aí tem que sair da atividade”, disse o jornalista.

“Se ele não for politizado, vira um robô. A politização do militar não é de partido político, e talvez o ex-presidente [Lula] precise entender melhor. O grande partido político do militar é o Brasil, o verde e amarelo, a pátria, a lealdade, a verdade e os valores.”

O Liberdade de Opinião tem a participação de Alexandre Garcia e Fernando Molica. O quadro vai ao ar diariamente na CNN.

Alexandre Garcia no quadro Liberdade de Opinião
Alexandre Garcia no quadro Liberdade de Opinião
Foto: CNN Brasil (17.ago.2021)

As opiniões expressas nesta publicação não refletem, necessariamente, o posicionamento da CNN ou seus funcionários.

Mais Recentes da CNN