Aliados de Bolsonaro disputam vaga de ministro no Planalto após indicação ao TCU

Ninguém aguardava o surgimento de uma vaga no seleto time de 23 ministros antes de 2020 acabar

Basília Rodriguesda CNN

Ouvir notícia
 
A ida de Jorge Oliveira para o Tribunal de Contas da União abre vaga de ministro no Palácio do Planalto.

O almirante Flávio Rocha, atual secretário de assuntos estratégicos, é o principal cotado pelo caráter burocrático do cargo.

Mas aliados do Centrão buscam fazer uma indicação política, e devolver para o cargo uma atribuição que se dissolveu nos últimos tempos entre ministros militares da Casa Civil e da Secretaria de Governo: a articulação política. 

Ninguém aguardava o surgimento de uma vaga no seleto time de 23 ministros antes de 2020 acabar. Ficou para depois, por exemplo, o tão falado Ministério da Segurança Pública, cobiçado pelo ex-deputado Alberto Fraga. Amigo de Bolsonaro há décadas, ele afirmou que não deixaria de aceitar um convite do presidente para ocupar a Secretaria Geral da Presidência. “Seria um prazer para mim”, disse à coluna. 

A função é de confiança dentro do governo, porque, entre outras atribuições, valida todos os atos assinados pelo presidente.

Mais Recentes da CNN